quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Tem nada não..

Eita, quarto lugar foi bom!
Ah! Sou da Terra do forró.
Logo  meu humilde cordel,
Aqui na Terra do carimbó
Se fosse lá no nordeste...
Aí sim, a nota seria melhor.

E não tem nada não porque,
No Blog ainda sou aprendiz.
Meus cordéis estão no Blog
Uma coisa que sempre quis
As visitas e os comentários,
É o que mais deixa-me feliz.

Autora: Lusinete Bezerra da Silva, poema produzido após o segundo concurso de blog em Marabá
.


ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more

As proezas do meu avô

Vô Bié e Ritinha sua mulher Velho honesto e trabalhador... Mas era ignorante igual seu  Lunga Zombava do curandeiro ao doutor Faz...