terça-feira, 12 de outubro de 2010

Ana Arraia e Zé Truchão

Dia dez Outubro de 2010
Teve o passeio do Professor
Da Escola Paulo Freire.
Foi a Vânia quem organizou
Descemos no Rio Tocantins
Aí sim, só perdeu quem ficou.


Esse Passeio foi D+++!!!
Foi mesmo ESPETACULAR!
Eu não bebo nem danço´
Vou só pra registrar.
Faço logo meu Cordel.
Depois é só publicar.

Contratamos logo barco
Do nosso amigo Pardal.
Eu já vou bem preparada.
Blog, notbook e digital
Pra publicar na Internet
Tudo e em tempo real

Logo que embarcamos
Fizemos a nossa oração.
Abrimos a lata do frito,
Nossa primeira refeição.
Demos uma volta no rio
Na maior animação.

Sim, e a carne desse frito?
Era de boi ou de leitoa!?
Só sei que todos comeram,
E disseram que estava boa.
Tem gente que quando lembra,
Desse assunto fica rindo atoa.

E o prenil de paca do Tone?
Esse sim foi que mais rendeu.
Ele preparou mesmo à carater,
Com muito gosto nos ofereceu.
Mas ficou lá dentro da canoa.
Porque quase ninguem comeu.

No barco o professor Gilmar 
Assumiu todo o comando
O pardal comandou o som
O Tone ficou reclamando,
Porque éramos ultrapassados,
Até por quem ia remando.

Ah, e quem estava com pressa?
Bom seria fazer o tempo parar
Pra apreciar toda essa beleza,
Que tem ao lado de Marabá.
E aproveitamos o máximo,
Não temos do que reclamar.

Por volta das dez e meia,
Chegamos lá na choupana,
Muita cerveja e refrigerante,
Comida boa, só coisa bacana.
A Nilzete tomou logo umas,
Dançou e rodou a Baiana

E o nosso cardápio? Hum!!!
Churrasco e feijão tropeiro
Cosidão, arroz e muita fruta.
Pensa que somos só farofeiros?
A Eurlene fez um vinagrete,
O Gilmar foi o churrasqueiro.

Ah, e depois do nosso almoço?
Ninguém pensou em descansar.
A turma desceu toda para o rio,
Pra banhar, beber e dançar.
E teve até a dança do boto.
Tem um vídeo pra confirmar.

Teve até Show de celebridade.
Vejam quem foi à atração
A Nilzete e o Chico dublando
A Anarraia e o Zé TruChão.
Essa duplinha animada,
Não deixou faltar diversão.

Nilzet sempre dançando,
Dançava com o Chico e só
Era brega e lambada.
E amiudavam no forró
Daquelas músicas antigas,
Do tempo da minha avó.

Parece até que é brincadeira,
Mas não é! Eu posso provar.
Com as fotos e os vídeos.
É só você parar pra espiar.
E fiquem bem à vontade,
Pra ler e depois comentar.

Veja também as nossas fotos
E confirme o que estou dizendo.
Toda a beleza do Rio Tocantins
Quem não ver já tá perdendo.
Olhem, confirme e comente
O que estou escrevendo.

Ah, Você não foi?  Que pena...
Mas leu o cordel? Vai comentar!
Não saia sem dá o seu PITACO!
É essa a prenda, que vás me pagar.
E você que foi, comente também,
Pois isso é bom pra confirmar.


Autora: Lusinte Bezerra da Silva,  no passeio dos professores da Escola Professor Paulo Freire, Em 10/10/2010.
ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more







As proezas do meu avô

Vô Bié e Ritinha sua mulher Velho honesto e trabalhador... Mas era ignorante igual seu  Lunga Zombava do curandeiro ao doutor Faz...