quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Chapeuzinho Vermelho

Chapeuzinho era tão linda
Você não pode imaginar.
Foi a casa da vovozinha
Levar remédio e Visitar.
Um remédio tão azedo,
Que ninguem podia tomar.

Ao andar pelo caminho,
Encontrou um Lobo Mau.
Que perguntou-lhe aonde ia,
Com a maior cara de pau.
-Vou à casa da vovó,
Que está passando mal.

O lobo perguntou-lhe
-Aonde fica a casa da vó?
Ela disse: -Do outro lado.
E na floresta não passo só.
Ele enganou a menina,
Pegou um atalho melhor.

O lobo Muito esperto,
Foi o primeiro a chegar.
Bateu na porta da vovó
Perguntou: -Posso entrar?
-Pode sim minha netinha,
já estava a te esperar.

O bicho entrou rapidinho
Demonstrou o seu terror.
Engoliu logo a vovozinha,
Mastigar não precisou.
O malvado insatisfeito,
Na cama da vó deitou.

Disfarçou-se de vovozinha,
Até quando a menina chegou.
Chapeuzinho muito inocente,
Abriu a porta e entrou
Vendo as diferenças,
Vários motivos estranhou.

Resolveu então voltar,
E encontrou um caçador.
Contou-lhe tudo que viu.
O bom moço acreditou.
Abriu a barriga do lobo
E logo vovozinha salvou.

Depois que o susto passou
A menina disse pra vozinha,
Que a partir daquele dia
Não andava mais sozinha.
Porque depois dessa lição.
Ela viu o perigo que tinha.

Uma produção da professora Lusinete com os alunos da Escola São Francisco, Marabá-Pará
ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more

As proezas do meu avô

Vô Bié e Ritinha sua mulher Velho honesto e trabalhador... Mas era ignorante igual seu  Lunga Zombava do curandeiro ao doutor Faz...