quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Desencontro

Uma galega alegre e destemida
Encontrou com um mulato marrento
Os dois era gente desconhecida
Dentro de um barracão de assentamento.

Ali os dois tentaram se aproximar
Logo começaram querer-se bem
Nem tiveram tempo de conversar
Foi rápido tudo nuns dois vai vem.

Mas ela era curiosa e quis saber
Para que mais servia aquele mulato,
Ele nem titubeou ao responder.

Dizendo: Sou trabalhador braçal,
Se não gostou queira me desculpar
Porque sou um conquistador genial.

😜

Lusa Silva
                                                              

As proezas do meu avô

Vô Bié e Ritinha sua mulher Velho honesto e trabalhador... Mas era ignorante igual seu  Lunga Zombava do curandeiro ao doutor Faz...